quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Vá de retro!

Há seis meses tenho sofrido ameaças e recebido ofensas de uma figura surtada que resolveu cismar com a minha bela face.
No início ignorei. Mas depois foi mais difícil. Não tenho sangue de barata. Retruquei algumas ofensas.
Sempre a tratei com educação, apesar de tudo. Eu entendia, inclusive, que ela tentava vingar em mim uma frustação pessoal, com a qual eu não tenho qualquer envolvimento.

Eu a bloqueei das minhas redes sociais, marquei o e-mail dela como spam e coloquei o telefone dela na lista de ignorados do meu celular. Só que gente chata é f*** e sempre consegue um meio de perturbar.
Acontece que nos últimos dias ela chegou ao extremo. E o pior, percebi que ela tinha um cúmplice por quem eu tinha total apreço, carinho e respeito.
Esta noite estou super leve. Esta noite vou dormir bem.
Dei um basta mais do que tecnológico nessa chatice. Dei um basta na minha alma.
Como diz o velho ditado, quem anda com porco farelo come. E eu prefiro me manter distante dessa gente.
Problema de quem gosta de porcaria.

Viva a liberdade!

2 comentários:

Anti-herói contemporâneo disse...

"Basta
Ver-te em teu mundo interno
Pra sacar teu inferno
Teu inferno é aqui
Pessoa nefasta"

Essa galera se enforca com a própria corda. Bjs

Yúdice Andrade disse...

Flores para as tais pessoas devem ser entregues em que hospital?