quarta-feira, 11 de março de 2009

Ora, faça-me o favor...

O Mário Couto agora vive falando na tribuna do Senado em falta de segurança no Pará.
Ele só esquece de falar que ele tem total colaboração no caos.
Que ele e seus amiguinhos passaram anos sem investir na área.
Que ele e seus amiguinhos passaram anos sem contratar um policial ao menos. O básico dos básicos: abrir concurso público para a contratação de policiais. Nem isso foram capazes de fazer.
Que ele e sua outra cambada de amiguinhos colaboram e muito com falta de segurança com sua predileção pelos jogos ilegais, não é, senador?

4 comentários:

Diniz Sena disse...

Xiiiii. Esse povo não tem jeito não.
Porque você acha que eles são chamados de TUCANOS?
É que o bico grande só serve pra apontar pros outros...

Thomaz Campos disse...

Linda...

Não custa lembrar a "origem" do nobre senador...

De onde vem seu "humilde" patrimônio...

Beijos!!!

Raphael Miranda disse...

O cinismo é tanto, que eles (os tucanos e os demos) falam como se nunca tivessem governado o estado. Temos que engolir a seco e ver pelos ônibus da vida o povão acreditando nessas atrocidades. Li ontem no Diário que eles estão querendo, inclusive, criar uma falácia em torno do tema "impeachment da governadora". Será que eles esqueceram a maciça votação da "mulher guerreira"?

Bjos Leiska.

Anônimo disse...

E eu que pensava que aquilo no tucano fosse bico, na verdade é nariz mesmo, nem Pinóquio teria um maior,é tanta mentira deslavada... e pensar q este sr. é representante do Pará no senado. Peraí que vou no banheiro vomitar. Como diz meu pai a equação é tão simples, um político que foi político a vida inteira, recebeu x, por mais bem remunerado q seja não pode acumular xilhões. Cadeia neles. Quem sabe um dia, quando tivermos um poder judiciário sério.
Adoro seu blog.
Bjs