sexta-feira, 20 de março de 2009

Deixa eu pintar o meu nariz

O que te dá mais orgulho?
Hostilizar e desprezar para sempre alguém que sacaneou, te machucou?
Ou perdoar essa pessoa?

As pessoas costumam falar em amor próprio quando decidem nunca mais falar com alguém que as machucou. Mas será que é amor próprio mesmo ou apenas orgulho ferido?

Mágoa e rancor doem tanto. Corroem a mente, o coração, deixam a alma triste.
O perdão traz alívio, paz, nos liberta. Perdão não traz, necessariamente, a confiança perdida de volta, nem o carinho. Mas traz, sim, a liberdade.

Então, o que é de fato amor próprio? Perdoar ou continuar remoendo raiva apenas para não bancar o bobo diante da sociedade?

Sim, porque parece que quem passa por cima da raiva banca o babaca diante do senso comum. "Ela sacaneou com a amiga e a 'abestada' ainda perdoou". Mas quem é capaz de julgar o sentimento que existe entre duas pessoas?

Como diz uma música de Los Hermanos Hermanos "deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar o meu nariz". Prefiro ser o palhaço para a socidade a ter que me fazer de durona bancando um sentimento que só me faz sofrer.

Sou depressiva. Tenho tendência natural ao sofrimento. Não posso me permitir sofrer mais do que a patologia me obriga, e ainda terei que me preocupar com o que a sociedade espera de mim? Não, não e não!

Podem me chamar do que quiser. Evocando sempre a música "mais louco é quem me diz, e não é feliz!"

4 comentários:

Marília Salles disse...

Olá Waleiska!

Adorei esta postagem, concordo plenamente contigo "Se tenho alguma nobreza na vida, é a capacidade de perdoar. Isso ninguém tira de mim. Assim espero...", dependendo da situação não é fácil, digo isto pois estou passando por uma coisa destas... mas mais difícil ainda é ficar cultivando um sentimento de raiva e tristeza, a liberdade de tudo isto nos faz seres mais felizes e uma vida melhor e mais tranquilo.

Seu blog está muito legal!

Beijos

Diniz Sena disse...

Passa lá no blog. Presentinho pra vc. ahahahahahah

Raphael Miranda disse...

Quando você perdoa, sente-se, automaticamente, engrandecido. É algo sublime. Muito bom de ser sentido. Sei muito bem o que é isso.

Bjosssss.

Saudade...

Raphael Miranda disse...

SUGESTÃO: Leiska, posta fatos relacionados a Dilma. Ela merece. Nós merecemos!

As eleições já começaram.

Bjos!