quarta-feira, 21 de março de 2012

A tristeza da inveja

A felicidade alheia, em hipótese alguma, deveria servir para incomodar os outros.
Ao contrário.
Todos deveriam se alegrar com o mundo mais harmonioso.
Confesso que me compadeço com os que perdem tempo tentando prejudicar a paz e a felicidade de quem as tem.
Não poderão nunca sentir o prazer de viver bem.
Que Deus os ajude.

5 comentários:

Anônimo disse...

Você sempre certeira, hein, Waleiska.
Infelizmente existe sim muita gente que perde tempo tentando estragar a felicidade dos outros.
Que bom que você tem superioridade para ver isso apenas como tentativa e ainda torce pela felicidade desses infelizes.
Boa sorte, moça.
Você é uma grande mulher, linda, lutadora, mãe, profissional. Sorte a desse rapaz que conseguiu te laçar aí Brasília.
Ass: Um grande admirador seu, como um monte que eu conheço

. disse...

Nooooossa, fiquei até vermelha!
Obrigada pelo carinho, seu anônimo!
bjs!

Prof. Alan disse...

Agora eu vou cantar pros miseráveis
Que vagam pelo mundo derrotados
Pra essas sementes mal plantadas
Que já nascem com cara de abortadas

Pras pessoas de alma bem pequena
Remoendo pequenos problemas
Querendo sempre aquilo que não têm

Pra quem vê a luz
Mas não ilumina suas mini-certezas
Vive contando dinheiro
E não muda quando é lua cheia

Pra quem não sabe amar
Fica esperando alguém que caiba no seu sonho
Como varizes que vão aumentando
Como insetos em volta da lâmpada

Vamos pedir piedade, Senhor, piedade
Pra essa gente careta e covarde
Vamos pedir piedade, Senhor, piedade
Lhes dê grandeza e um pouco de coragem!


(Blues da Piedade - Cazuza)

. disse...

Muito oportuno, Alan!

Anônimo disse...

Cada um tem o que merece de acordo com sua intenção, opção de vida. As vezes é mais fácil reclamar, culpar os outros.


O que tens feito da tua vida?
o que colhes esta de acordo com com que plantastes? mesmo? A VIDA É SUA