quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Queria essa dor pra mim

- Mãe, tá doendo!

Quase todas as vezes que escuto esse apelo, gostaria de ter o dom de tirar com as mãos aquela dor.
Tirar nem que fosse para transferir pra mim.

Tudo bem que muitas vezes o apelo vem depois de um aviso dado "Menina, se não desceres daí, vais cair!". Nesses casos, confesso que não tenho pena. Acho importante que ela sinta a dor para entender que deve dar atenção ao alerta da próxima vez. É o tipo de dor que educa.

Mas hoje não é o caso. Queria, sim, poder tirar dela a dor de cabeça que tanto incomoda, a tontura que a faz chorar, as luzinhas nos olhos que irritam.

Ô, minha pequena...

Ai, ser mãe é realmente padecer no paraíso. Meu Deus!!!

2 comentários:

Lafayette disse...

E ser tio postiço é padecer no inferno mesmo... tadinha!

Leva pra tomar sorvete, já!

Folia disse...

Entendo a sua angústia...tenha certeza que um colo aconchegante, um abraço apertado e sua presença já melhoram 50%.

Melhoras para a pequena Super.

bjs
Carol