quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Virgílio e Jabor são a favor do golpe

Cara, eu tô cada dia com mais nojo dessas opiniões que valorizam o golpe, a ditadura e o estado de sítio em Honduras, tudo só para ferrar o Lula no Brasil.

Hoje, ouvindo a Voz do Brasil, escutei o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) dizer que é um absurdo o Governo Lula criticar tão duramente o "governo interino" de Honduras.
Como assim, seu Virgílio???? Achas que golpe não merece críticas??? Achas que foi super legal o que o Brasil viveu na ditadura militar, então, né???
Essa oposição está ficando cada dia mais desqualificada... Pelamor!

Pra piorar a situação, o cineasta recalcado Arnaldo Jabor acaba de dizer no Jornal da Globo que é um absurdo que o Brasil dê exílio a Zelaya, como se este fosse um grande criminoso e Micheletti fosse um grande santo. Chegou a comparar o presidente eleito de Honduras ao presidente [louco] do Irã.

Olha, às vezes, tenho tanta vergonha dessa minha catiguria... Vou te dizer...
Cala a boca, Jabor!!!!!!!

6 comentários:

Ao redor disse...

É... amiga... dia desses estávamos aqui no trabalho justamente falando de ditaduras.

Esquerda, direita, ditadura é ditadura.

Um lado positivo das opiniões deles é que só falam porque temos liberdade de expressão.

Agora, concordo contigo em vários pontos... faço coro com tua opinião sobre Honduras, sobre Jabor ser cineasta recalcado e com o "cala boca, Jabor".

Beijos, saudades, Nê

Lafayette disse...

Mana, daqui pra mais tarde ou quem sabe amanhã, irei postar algo sobre esta cagada hondurenha.

E sabe o que é o pior (ou melhor?), é que tá todo mundo certo, criticando ou elogiando a atitude do Brasil.

Dorme com um barulho desse!

Anônimo disse...

Com a bagunça que tá nesse país, só o governo militar mesmo

. disse...

Lafa, já estou ansiosa para ouvir/ler o que tens a falar a respeito.

E esse anônimo... Jisus... só uma pessoa anônima mesmo pra falar uma cagada dessa. Afff

Anônimo disse...

POr causa deste tratamento a quem discorda de sua opinião é que alguns preferem o anonimato.

. disse...

Meu querido, tenho o maior respeito por quem discorda de mim.
Já pelos anônimos, nem tanto.
Pra mim, gente "sem cara" não merece o mesmo tratamento, saca?