domingo, 20 de setembro de 2009

Conclusões de férias

Saguão do aeroporto do Galeão.
Quinze dias longe da minha rotina.
Como eu precisava disso...

Acho que ainda não tinha me dado conta do quanto Belém me fez bem.
É... juro que fez!

Eu xingo, reclamo, falo mal, não paro de pensar em ir embora. Mas, caramba, está sendo importante estar nessa cidade agora.

Esses 15 dias foram decisivos.
Tenho mais certeza que de meu lugar não é Belém. Mas tenho também a convicção de que é dessa cidade que eu preciso agora.
Não sei bem pra quê, nem o porquê. Mas sinto que preciso. E pronto!

Ai... que sensação de dever cumprido...
Daqui a pouco estarei nos braços da minha Pequena.
Mas estarei mais longe (fisicamente) de todo o resto do mundo que eu acho ser meu.

Logo, logo eu juntarei tudo. E meu coração vai ficar tão feliz, mas tão feliz, que nem sei se caberá nesse tórax aqui, rsrs...

O que me tranquiliza nesse período é saber que ele vai me esperar. Vai, vai sim...

3 comentários:

Ao redor disse...

Que bom que essas férias te deram essa paz, linda!
De fato, as coisas não acontecem na nossa vida à toa. Eu voltei à belém e passei três meses morando lá.
No meu caso, foi pra ter certeza que meu lugar não era Belém, já que, antes disso, eu sempre queria voltar...
Ao menos agora você sabe que precisa de Belém, e em algum momento dessa temporada por lá terá um insight sobre o motivo...
Saudades, beijos, Nê.

Eu mesma disse...

todos nós vamos te esperar Leiska, TODOS NÓS, VIU? (Pois é as vezes me dão uns ataques de ciúme, senão povo não respeita) rsrsrs

Anônimo disse...

Precisas de Belém desde o milênio passado. E continuas ...