terça-feira, 4 de novembro de 2008

Confesso. Sou Amélia!

As músicas mais atuais que tenho no meu computador são as lançadas em 2005, época em que me separei do meu ex-marido.
O chuveiro de um dos meus banheiros está quebrado há cinco meses.
Briguei outro dia com taxistas porque riscaram meu carro e fui denunciá-los sozinha de madrugada em uma Delegacia, levando comigo um flanelinha como testemunha. Por sorte, um amigo solidário apareceu depois.

Tem coisas na vida que não tem jeito. É papel de homem.
Não tenho problemas com rótulos, desde que eles me beneficiem. Ultimamente, anda me prejudicando bastante o rótulo de Mulher Moderna que puseram em mim.

Eu sou independe por necessidade financeira precoce.
Chamo palavrão por falta de educação.
Falo muito por pura tagarelice mesmo.
Sou expansiva apenas mecanismo de defesa.

Perceba, de moderna eu não tenho nada.

Adoro lavar roupas.
Não me importo em cortas as unhas dos pés do meu homem.
Até lavo cuecas.

Mas para que tudo isso aconteça é preciso ter um parceiro.
E a grande dificuldade em Belém é achar um homem que não tenha medo de uma mulher com o rótulo de... Moderna!
Até porque eu não sou!!! É tudo capa!!!

Por favor, espalhe o boato de que eu sou uma Amélia!
Faço o prato, corto as unhas, me dou bem com a sogra.

Talvez assim, eu atualize minhas músicas e filmes no computador, conserte meu chuveiro, me desgaste menos com os pedreiros e afins.

É uma questão de sobrevivência. E de qualidade de vida. Ninguém merece viver na solidão.
Nem peixe Beta!

15 comentários:

mlettis disse...

Meu deus Leiska!!! hehehe Mas não é apenas em Belém... aqui em São Paulo também não se conseguem, ter rótulo de moderna significa sexo de graça e sem compromisso pra maioria!!! Nada de lavar cuecas... e se boboear, ainda te pdem grana emprestada e somem! uma bosta!

Anônimo disse...

os rótulos colocam na gente porque a gente deixa (ou talvez, quer tb!).

DC disse...

Tudo bem publicar meu comentário via MSN... mas pelo menos podia ter tirado os erros de português de quem está digitando durante o horário de trabalho e morrendo de medo de ser pego (ou seja, com muuuuuuuita pressa), hehehehehe.
E sim, continuo lendo muito seu blog. E viciando mais gente.
Bjão!

. disse...

Ah, D., mas viste que não dei o nome de quem falou, né?

Não se preocupe.

O que importa foi que disseste, hehehe

beijocas!

Maíra disse...

Hummm, queria assinar contigo esse post.
O que diabos assusta esses moçoilos né?
Será que teremos que treinar umas caras bem "mulherzinha", uns comentários menos opiniosos, umas coisas assim?
Tá ralado, olha, tá ralado! (Viu? Nem falo palavrão!)

Marie disse...

Tu lavas roupas e cortas as unhas do pé?! Se um dia fores jogar no outro time me avisa que eu vou junto só pra te pedir em casamento! Eu sou uma esposa (e instalo chuveiro elétrico e uso a furadeira), mas tem dias que tudo o que eu queria na vida era uma esposa à moda antiga.

max jr disse...

cara te apresento uns 3 amigos meus q sao marromenos assim. hahahaha

curti teu blog "menina"

abçs max
http://maxjunior.blogspot.com

Helaine Martins disse...

porra, belém tá foda mesmo
por isso que fui pra são paulo e arrumei meu bofe da forma mais inesperada possível, leiska!
hahahahaha
essa eu vou te contar na mesa de bar

beijos!

. disse...

Caro anônimo, tu até estás certo. Mas, putz, eu não lembro de querer ser moderna. Ao contrário!
Tirando a liberdade sexual que defendo, no resto, sou caretéeeeeeeeerrima!!!

Marie, eu acho que a gente formaria até um super casal, tu não achas? heheheheheheh
Qualquer coisa a gente se liga, hahahahahahahaha...


Helaine e Marie, aqui em Belém eu já desisti. Tenho que me diverti nas minhas viagens mesmo...

. disse...

Mariana, não foi disso que reclamei. Até pq não sou moderna. Reclamei de ser confundida com uma.
Sou Amélia!!! Amélia!!!!
Lavo cuecas!!!
Assumo!!!
hehehheheheheh

Raphael Miranda :) disse...

É bem verdade essa história de "rótulos" sabe? É f* possuir um rótulo que você não quer. Mais f* ainda é quando você tenta tirá-lo, putz! Pra ser sincero, acho que nem dá pra jogá-lo fora.

Mas enfim.... Acho que todos nós somos rotulados, queira ou não queira. Já cansei de tentar me 'desrotular'.

Bjos Leiska!!!!

CP disse...

O que seu amor platônico diz sobre as mulheres modernas.

Danilo Gentili - "Acho que as mulheres agora tomam atitudes, demonstram mais seus interesses e intenções e não são nada passivas como já foram no passado. Mas ainda parece que elas acham que só conseguirão ser felizes de verdade se tiverem um homem do lado. Por isso temos tanto canalha e tanto vagabundo se aproveitando delas. O dia que elas entenderem que podem ser felizes sozinhas sem precisarem fazer nada que não queiram só para agradar os homens, então não vão mais ser chatas cobrando coisas idiotas dos homens e nem vão admitir homens idiotas fazerem coisas chatas com elas."

Helaine Martins disse...

a partir de hoje acho ele o máximo meeeesmo!

. disse...

Caro, CP!

O fato de admirá-lo não me obriga a concordar em 100% com o que ele pensa.

Eu só acho que o dia que eu achar que posso ser feliz sozinha, vou fazer algum dono de Sex Shop rico.

E viva os homens legais!

E viva o Gentili, sem a última parte dessa resposta!

Beijo pra vc!!

Carol disse...

Também como vc sou independente por necessidade e por ter me formado em eletrônica, às vezes acho que meu marido pensa que eu sei e portanto tenho que fazer tudo... e isso inclui desde acrescentar uma tomada em local específico que ele quer até coisas que não têm nada a ver como furar a parede pra colocar uma prateleira!
Hoje em dia, queria um homem. Um homem mesmo, daqueles à moda antiga que faz todas essas coisas sem reclamar, sem se incomodar, simplesmente porque é homem!
Acho que sou meio Amélia também...